Abscesso na gengiva: conheça tudo sobre esse problema

O abscesso na gengiva ou abscesso dentário é uma bolsa de pus, que normalmente é derivada de uma infecção dentária.

Normalmente, é fácil percebê-lo por ficar localizado na superfície da gengiva e ser esbranquiçado.

Se interessou sobre o abscesso? Então conheça mais sobre ele aqui.

O que é abscesso na gengiva?

O abscesso na gengiva é causado pelo acúmulo de pus, que normalmente é derivado de uma infecção bucal.

Ele é um caroço de pus de cor esbranquiçada que fica externamente a gengiva, por isso é bem fácil de ser notado.

O acúmulo de bactérias maliciosas pode contribuir para a formação do tártaro e aparecimento de cáries e outras doenças orais, além de poderem causar infecções.

Quando há uma infecção no corpo, ele reage mandando células de defesa para combater os microrganismos maliciosos.

Isso resulta na inflamação do local, que ocorre como consequência do combate às bactérias. A eliminação delas resulta numa bolsa de pus, o abscesso.

O abscesso na gengiva possui dois tipos:

  • Gengival: o que fica localizado na gengiva afastado dos dentes;
  • Periodontal: que ocorre no local entre os dentes e a gengiva, chamado periodonto.

Causas do abscesso na gengiva

O abscesso na gengiva ocorre devido ao acúmulo de bactérias no periodonto, sendo que a principal causa da infecção é a má higiene bucal.

Além disso, quando há algum comprometimento no sistema imunológico as chances do abscesso na gengiva aumentam pela dificuldade do corpo em combater as bactérias.

Isso significa que doenças que afetam o sistema imunológico aumentam o risco do abscesso na gengiva por deixarem o corpo mais propenso a ser acometido por doenças periodontais.

Sintomas do abscesso na gengiva

O abscesso na gengiva causa principalmente dor e inchaço na área comprometida. Dependendo do local onde está, pode causar dor ao mastigar ou morder.

Além disso e do inchaço causado pela inflamação, o abscesso na gengiva ainda pode causar:

  • Sangramento gengival;
  • Febre;
  • Sensibilidade;
  • Amolecimento dos dentes;
  • Halitose;
  • Desconforto;
  • Gosto ruim na boca;
  • Retração da gengiva;
  • Acúmulo de pus na boca.

Caso não tratado, o abscesso na gengiva pode causar a perda do dente e feridas severas no periodonto, além de poder espalhar a infecção para outras partes do corpo.

A dispersão dela pode gerar complicações para a saúde de todo o corpo, sendo assim, caso isso ocorra é importante procurar ajuda médica o mais rápido possível.

Normalmente o abscesso na gengiva quando está em seu estágio avançado pode causar:

  • Enjoos e vômitos;
  • Febre;
  • Calafrios;
  • Diarréia.

Quando a polpa do dente morre devido a infecção, o incômodo no dente pode parar, mas não significa que ela desapareceu. Desse modo, mesmo que a dor pare, ainda é recomendado procurar um dentista.

Remédio para abscesso na gengiva

O tratamento do abscesso na gengiva é feito baseado no motivo e na evolução da infecção.

Inicialmente o dentista pode realizar a drenagem do abscesso para ajudar na eliminação das bactérias.

Complementar à drenagem, ele poderá receitar alguns anti-inflamatórios e antibióticos para o controle da infecção.

No caso do abscesso na gengiva estourar ou vazar o pus, a dor pode cessar, porém isso não dispensa o tratamento com um profissional.

O abscesso na gengiva deve ser tratado o mais rápido possível para que a infecção não se espalhe pelo corpo prejudicando a saúde do paciente.

Existe remédio caseiro para abcesso na genviva?

Em alguns casos o dentista pode recomendar o uso de anti-inflamatórios para reduzir a dor, o inchaço e abaixar a febre.

Além dos remédios, bochechar água morna salgada pode reduzir um pouco a dor e a sensibilidade.

É importante lembrar que a automedicação não é recomendada de maneira alguma e também não é indicado estourar a bolsa de pus.

Como diminuir abscesso na gengiva?

A diminuição do do abscesso acontece por meio do tratamento, que deve ser feito por um profissional, pois ele irá drenar o pus e recomendar remédios caso seja necessário.

Sob nenhuma circunstância deve ser feita a automedicação, desse modo o jeito de controlá-lo em casa é usando compressas frias e bochechando água morna salgada.

Abscesso na boca: quais os tipos

O abscesso é uma bolsa de pus formada como consequência de alguma infecção. Quando ocorre na boca, é chamado de abscesso na boca de forma geral.

Porém existem diferentes tipos de abscessos bucais, são eles:

Abscesso na gengiva

Também chamado de abscesso periodontal, é o nome do abscesso quando está localizado na gengiva. Ele pode acontecer devido a periodontite.

Ele fica por cima da gengiva, desse modo ele é perceptível desde seu início. Sua aparência é de um caroço esbranquiçado.

Abscesso periapical

Esse é o nome do abscesso que é localizado no fim da raiz do dente, dentro do maxilar. Isso faz com que ele não seja visível em seu início.

Porém com o desenvolvimento da infecção, ela vai aumentando de tamanho até que alcança o periodonto e se torna visível.

Em alguns casos, o abscesso pode se drenar sozinho, o que pode acontecer de forma natural. Desse modo, ele diminui de tamanho e disfarça sua presença, mas isso não significa que a infecção tenha sumido.

Porém, algumas vezes a pessoa pode achar que a infecção se foi e não procurar tratamento. Isso pode causar a evolução da infecção e fazê-la virar um caso crônico.

Quanto tempo dura o abscesso na gengiva?

O abscesso na gengiva pode se desenvolver de duas maneiras diferentes que são:

  • Abscesso agudo: é quando ocorre a formação da bolsa de pus de maneira rápida, causando fortes dores. Deve ser tratada o mais rápido possível;
  • Abscesso crônico: quando a infecção se desenvolve de maneira mais lenta, fazendo com que ela seja menos evidente e fique despercebida. Desse modo ela dura muito tempo.

Visitas regulares a clínica odontológica

Assim como a higiene bucal em dia, manter a periodicidade com o consultório odontológico é determinante para um sorriso mais bonito e saudável, livre de problemas bucais advindos da evolução da placa bacteriana.

É somente por meio da avaliação da zona bucal feita pelo dentista que esses problemas são identificados em sua fase inicial. Desse modo, o paciente é encaminhado para o tratamento ideal o quanto antes.

Para as consultas com o dentista, o indicado é possuir um plano odontológico. Eles auxiliam, não somente na hora de procurar as consultas com profissionais, mas também com os tratamentos que são oferecidos pelo o plano, para auxiliar no tratamento.

Abscesso na gengiva: conheça tudo sobre esse problema publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário