Bichectomia: o que é e qual o valor do procedimento

Bichectomia é um dos procedimentos estéticos mais comuns atualmente. Buscando afinar o rosto, esse processo cirúrgico também proporciona um sorriso mais realçado com a diminuição das bochechas.

No entanto, algumas pessoas ainda são receosas quanto a seu efeito. Saiba mais sobre esse procedimento e o que ele é capaz de fazer pelo seu rosto:

Como surgiu a bichectomia?

A bichectomia é um procedimento realizado para remover as bolas de Bichat do corpo, cujo nome vem do anatomista que descobriu essa estrutura, Marie François Xavier Bichat.

No ano de 1801, ele provou que a bola de Bichat era apenas uma bola de tecido adiposo e não uma glândula.

Desse modo, a partir de mais estudos, descobriu-se que sua função é auxiliar no processo de sucção do leite enquanto a criança ainda amamenta.

Após esse período, essa estrutura perde sua função, por isso, visando oferecer um rosto mais magro e definido, surgiu-se a procedimento chamado bichectomia, que consiste na remoção das bolas de Bichat.

O que é Bichectomia?

A bichectomia se trata de um procedimento seguro e de bons resultados que visa a diminuição das bochechas, e assim, o afinamento do rosto.  Esse tratamento tem como base a retirada da gordura localizada chamada “bola de Bichat”, e se trata de um tecido adiposo que não é capaz de responder ao emagrecimento.

Por consequência, mesmo que o paciente perca peso, não terá como resultado a diminuição do tecido da bochecha.

Esse fato é a principal motivação para a realização da bichectomia, fazendo com que seja a única solução possível para o resultado estético almejado.

Por sua vez, a cirurgia faz com que a linha da mandíbula e as maçãs do rosto se destaquem, e é isso que proporciona a percepção mais alongada do rosto. O resultado presumido pela bichectomia é capaz de afinar a espessura da face em até 70%.

O que é a bola de Bichat?

A bola de Bichat é um tecido adiposo que se encontra no interior da bochecha. Sua principal função é auxiliar no processo de amamentação, ajudando o bebê a sugar o leite da mãe.

Sendo assim, após essa fase a bola de Bichat se torna uma estrutura sem função específica, servindo apenas para conferir um formato mais arredondado ao rosto.

Portanto, ela costuma ser removida por pessoas que desejam um rosto menos arredondado e mais definido.

quais são as indicações da bichectomia

Quais são as indicações da Bichectomia?

A indicação da bichectomia pode ser estética, mas também funcional. Quanto a sua indicação funcional se remete a tendência do paciente de morder a bochecha e consequentemente a ferir por seu excesso de volume.

É comum que a incidência dessas lesões bucais e aftas geram assim um forte desconforto. Dessa forma, a bichectomia é uma grande aliada para solucionar esse incômodo constante.

Enquanto isso, a finalidade estética da bichectomia está no desconforto e na baixa autoestima resultante das bochechas volumosas.

Quais as contraindicações da Bichectomia?

 Antes de recorrer a bichectomia, é importante levar em conta as suas contra indicações. Por exemplo, quem possui as maçãs do rosto elevadas e bem perceptíveis, não deve ver nesse procedimento uma solução, uma vez que se evidenciará ainda mais a região.

No entanto, é importante que o cirurgião-dentista realize a avaliação das particularidades do caso para melhor evidenciar o risco, se for o caso.

Ademais, pacientes que já passaram ou estão passando por processos como quimioterapia e radioterapia, e sofrem de alguma infecção local ou sistêmica, apresentam cardiopatia ou trismo, também não devem se submeter ao procedimento.

Pacientes com dismorfia corporal, gestantes e menores de idade também estão dentre as contraindicações.

Pré-operatório bichectomia

O pré-operatório da bichectomia consiste principalmente em diferenciar se os paciente possuem a bochecha volumosa devido a bola de Bichat ou por causa de hipertrofia na musculatura.

Logo após a visita ao profissional responsável por realizar a cirurgia, o paciente deverá realizar alguns exames para que a cirurgia possa ser realizada evitando riscos.

Assim que todos esses preparativos forem feitos, o paciente deve fazer um jejum por um período de 8 horas antes do procedimento.

Também é indicado que o paciente evite bebidas alcoólicas e refeições pesadas próximo a cirurgia. Também é recomendado evitar medicamentos que contenham ácido acetil salicílico por pelo menos 10 dias antes da cirurgia.

O que é Bichectomia

Como funciona esse procedimento?

A realização desse procedimento é feita de forma intra oral, em que o dentista faz um simples corte na região interna da bochecha para a realização da cirurgia. Na fase inicial do processo, o paciente recebe anestesia local, que logo é seguida de uma incisão de cerca de 2 centímetros, no lugar em que se é retirado certa parte do tecido adiposo.

Após a remoção, se executa uma sutura na região. Por fim, a bichectomia pode durar até 40 minutos.

Tendo em vista a sua remoção parcial das bolas de bichat, profissionais mais capacitados são capazes de calcular uma retirada maior do tecido adiposo de um lado, fazendo com que seja igualada a certa assimetria anterior.

Bichectomia antes e depois

As vantagens da realização da bichectomia podem ser percebidas logo após a sua execução. Possui como efeito, além da redução das maçãs do rosto,  a definição das linhas da mandíbula, destacando os traços do rosto e os tornando mais suaves.

Além disso, entre os demais benefícios está a retirada das bolas de Bichat, que oferece um aspecto mais esguio à face, e a promoção de harmonia e simetria à face.

Algumas pessoas pensam que após a realização da bichectomia a pele do rosto tende a ficar mais flácida. No entanto, essa consequência não possui ligação com a execução da cirurgia, já que a gordura removida está localizada em uma área profunda em relação à pele, não podendo influenciar no ganho de flacidez.

Contudo, o aspecto adquirido pela bichectomia pode passar com os anos, tendo influência do envelhecimento. A bichectomia só terá um impacto negativo se for indicada de forma errada.

Efeitos como dores e inchaço na região são possíveis, podendo ser controlados por meio do uso de medicamentos específicos.

Caso o procedimento estético seja feito de forma incorreta, as consequências são ainda mais graves como, paralisia facial, lesões do nervo facial, lesão do ducto parotídeo, infecções, hemorragias e assimetria facial. Portanto, se certifique de contatar um dentista de confiança.

Após quanto tempo posso ver os resultados?

Após a realização da cirurgia, é comum que as bochechas fiquem inchadas por um certo período de tempo.

Dessa maneira, o inchaço pós-cirúrgico acaba impedindo a visualização do resultado, de modo que o resultado parcial apareça após duas semanas. Já o resultado final tende a aparecer após um período de até 3 meses.

bichectomia pode ser feita por homens

Bichectomia pode ser feita por homens

A bichectomia é um procedimento que consiste na remoção das bolas de Bichat para conferir rostos mais magros e definidos.

Desse modo, essa é uma cirurgia que pode ser realizada tanto por homens quanto por mulheres. Além disso, muitos homens optam por realizar a bichectomia para acabar com a aparência infantil ou com o aspecto sobrepeso.

Portanto, com a remoção delas o paciente garante um rosto menos infantil e com o aspecto mais magro e com o contorno mais definido.

Quais os cuidados necessários após a Bichectomia?

A bichectomia, como sendo um procedimento invasivo, requer certos cuidados pós-operatórios. Depois de finalizada, o paciente costuma sair do consultório com a boca ainda sob efeito da anestesia. Logo, assim que esse efeito passa, é possível sentir os primeiros sinais de incômodos.

Para precaver esses incômodos, veja o que você pode fazer para controlá-los:

Higiene bucal adequada

Para que haja o sucesso do tratamento, evitando a incidência de possíveis complicações, é necessário que se preze pela boa higienização da zona bucal. É só assim, que se evita os principais problemas bucais advindos do acúmulo de placa bacteriana.

Diante de qualquer cirurgia, considere redobrar os cuidados da higiene bucal para que não haja riscos de inflamação. Logo, não se limite apenas às boas técnicas de escovação, mas sim, potencialize diariamente a sua limpeza pelo uso do fio dental e do enxaguante bucal.

Também leve em conta a escolha de bons produtos de higiene bucal, considerando as orientações de seu dentista.

Cuidados com a alimentação

Após a realização do procedimento, é comum que a região da cirurgia fique mais sensível e um pouco inchada, portanto é necessário ter alguns cuidados após a realização do procedimento.

Desse modo, também deve-se ter cuidado com o tipo de alimentos ingeridos após realizar a cirurgia para evitar que surjam complicações.

Sendo assim, é importante evitar alimentos quentes, duros e de difícil mastigação, dando preferência para alimentos líquidos ou pastosos e frios, como sucos e sorvetes, especialmente nos primeiros dias.

Fique em repouso

É importante que durante o tempo determinado pelo dentista, o paciente passe o pós-operatório em repouso, também buscando evitar complicações. Para pessoas que possuem como hábito a prática de atividades físicas, é preciso evitá-las nos primeiros dias após a bichectomia ser realizada.

Quanto aquelas pessoas que costumam realizar exercícios de musculação mais intensos, o período de repouso deve se prolongar por até quatro semanas.

Para que se saiba quando voltar, se certifique de manter um acompanhamento médico nesse período, se certificando que a cicatrização completa já ocorreu.

Bichectomia valor, qual o preço?

Uma vez que se trata de uma cirurgia de fins estéticos, a bichectomia tem seu valor que pode variar dependendo do profissional, da clínica e por interferência do mercado local. De modo geral, o valor da bichectomia pode variar de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Consultas regulares ao dentista

Ao se submeter a um procedimento cirúrgico estético, é importante que você mantenha as suas visitas ao dentista regularmente. É só por meio dessas visitas que se realizará a avaliação da zona bucal e o acompanhamento do procedimento, identificando complicações em sua fase inicial.

Com o diagnóstico preciso, o profissional poderá encaminhar o paciente para outro procedimento ou tratamento como a profilaxia, a raspagem de tártaro e o tratamento de canal. Controlando problemas como a placa bacteriana, o tártaro, as cáries e a gengivite.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

Bichectomia: o que é e qual o valor do procedimento publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário