Clareamento dental: o que é, como é feito, tipos e mais

Atualmente, o procedimento de clareamento dental tem sido cada vez mais propagado entre a sociedade, geralmente por influência de famosos ou amigos, através de redes sociais.

Porém, esse não é o único motivo pelo qual o clareamento tem sido tão requisitado nos últimos tempos.

Além da influência das pessoas, o desejo de possuir um sorriso perfeito também é um grande contribuinte para a fama desse tratamento.

Mas em que consiste o clareamento dental? Como ele é feito? Quais os tipos existentes? Ele realmente funciona?

Essa e outras dúvidas serão respondidas no post abaixo, portanto continue lendo para saber mais a respeito:

O que é clareamento dental?

O clareamento dental é o nome dado ao procedimento em que é feito o clareamento dos dentes, ou seja, torna-los mais brancos.

Esse procedimento pode ser realizado de diferentes maneiras, seja no consultório com um dentista ou em casa fazendo o clareamento dental com moldeiras, produtos de venda livre ou por métodos caseiros.

Desse modo, por meio dele é possível quebrar as moléculas que tornam o dente escuro e removê-las, o que por resultado, torna o dente mais branco.

Esse tratamento é um procedimento completamente estético, o que significa que ele é realizado apenas quando o paciente deseja branquear os seus dentes.

Para que serve o clareamento dental?

O clareamento dental é um procedimento que seu objetivo é clarear os dentes do paciente através do uso de abrasantes.

Logo, ele serve para oferecer ao paciente a possibilidade de tornar os dentes mais brancos, o que pode ser atingido utilizando um dos diversos métodos disponíveis.

Sendo assim, por meio dele é possível aproximar-se do sorriso perfeito, visto que ele promove o branqueamento dos dentes.

O que é o gel para clareamento dental?

O gel para clareamento dental é o produto que é utilizado no clareamento em consultório e no clareamento caseiro com moldeira.

Ele consiste em gel que possui uma alta concentração de um componente abrasante, que geralmente é o peróxido de hidrogênio.

Desse modo, ele promove o clareamento dos dentes a partir da quebra das partes mais externas do esmalte dentário.

Sendo assim, por essas partes serem as que estão pigmentadas, ao serem removidas elas promovem o branqueamento dos dentes.

Tipos de clareamento dental

Atualmente no mercado existem diversas maneiras de clarear os dentes, de modo que o paciente possa optar se prefere realizá-la no consultório ou no conforto de sua própria casa.

Por conta dos vários métodos de clareamento existentes atualmente, o paciente que está pensando em fazer o tratamento pode sentir-se um pouco perdido.

Portanto, para auxiliá-lo a compreender melhor do que se trata cada tipo de clareamento, esclarecemos a seguir o que é e como é feito cada um dos tipos de clareamento dental. Confira:

clareamento dental a laser

Clareamento dental a laser

Também conhecido como clareamento de consultório, o clareamento dental a laser é o mais comum dos procedimentos, além de ser mais conhecido.

Assim como o nome popular sugere, ele é realizado no consultório odontológico por um profissional.

Para a realização desse procedimento o dentista primeiro faz a proteção das gengivas para que o gel clareador não entre em contato com ela.

Isso se faz necessário devido ao fato de que se o gel clareador entrasse em contato com a gengiva, ele a danificaria.

Logo após realizada a proteção, aplica-se o gel nos dentes e faz-se a sua ativação por meio de emissão de um laser, após finalizada, remove-se o gel e as proteções na boca.

A emissão do laser é utilizada com o objetivo de acelerar o procedimento, ativando o gel de maneira mais rápida.

Geralmente, para se atingir o resultado esperado é necessário realizar algumas sessões que duram tem a duração média de 40 minutos a 1 hora.

clareamento dental caseiro com moldeira

Clareamento dental caseiro com moldeira

O clareamento dental com moldeira, apesar do seu nome, exige a ida ao consultório odontológico para que seja feito o molde da arcada dentária e confeccionada a moldeira.

Isso se faz necessário pois a moldeira é feita de modo que seu encaixe seja feito para cada arcada, o que significa que ela deve ser feita sob medida.

Para realizá-lo, o paciente primeiro deve adquirir a moldeira, após ter ela em mãos, o paciente enche-a com o gel clareador e logo em seguida aplica-a sobre os dentes.

Ela deve ser mantida por um período de tempo no qual é equivalente a ativação do gel. Além disso, esse procedimento costuma ter a duração de em média 30 dias.

Essa aplicação deve ser feita diariamente pelo tempo recomendado pelo dentista, também é importante seguir todas as suas recomendações para que o tratamento funcione.

clareamento dental misto

Clareamento dental misto

O clareamento misto é o nome dado à técnica de clarear os dentes que combina os clareamentos a laser e o com moldeira.

Isso significa que ele funciona da seguinte forma: o paciente vai ao consultório e realiza a sessão a laser e durante o intervalo entre as sessões a laser o paciente realiza o clareamento com moldeira.

Dessa maneira é possível atingir os resultados desejados de um modo mais rápido e eficaz, portanto, esse método costuma ser utilizado por pacientes que buscam por resultados mais rápidos.

fita de clareamento dental

Fita de clareamento dental

A fita de clareamento dental é um dos tipos de clareamento caseiros de venda livre, o que significa que ela pode ser adquirida em mercados por qualquer pessoa.

Sendo assim, ela consiste em um tipo de produto que promove o clareamento dos dentes por meio de sua aplicação sobre os dentes.

Sua aplicação é feita de maneira simples, tendo em vista que ela é colocada sobre a superfície dos dentes.

É importante que o paciente tome o cuidado de não deixar a fita entrar em contato com a gengiva, visto que o produto pode acabar danificando-a.

Esse tipo de clareamento tem como ponto negativo o fato de a fita atingir apenas os dentes frontais, ou seja, de canino a canino.

Portanto, ao optar por esse tipo de clareamento é importante atentar-se a esse fato, visto que caso seu desejo seja branquear todos os dentes, esse tipo de clareamento não é recomendado.

Além disso, apesar de ser um produto de venda livre, não é recomendado utilizá-lo sem antes consultar um dentista.

creme dental clareador

Creme dental clareador

O creme dental clareador, assim como a fita de clareamento dental, é um produto de venda livre, podendo ser adquirido por qualquer um.

Esse produto é utilizado como substituto ao creme dental convencional, o que significa que ele deve ser usado da mesma maneira que se utiliza um creme dental convencional.

O seu diferencial está no fato de possuir uma maior quantidade de abrasantes em sua composição.

Isso faz com que ela cause o clareamento dos dentes por fazer com que as moléculas mais externas, que correspondem às pigmentadas, do esmalte dentário se soltem.

Sendo assim, ela age removendo as camadas pigmentadas externas dos dentes. Porém, o fato de ela corroer parte do esmalte dentário, faz com que não seja recomendado utilizá-la constantemente.

Apesar de se tratar de um produto de venda livre, não é recomendado que seu uso seja feito de forma constante e que um dentista seja consultado antes de iniciar seu uso.

enxaguante bucal clareador

Enxaguante bucal clareador

Completando a lista de produtos clareadores de venda livre, temos o enxaguante bucal clareador.

Assim como o creme dental clareador, ele é utilizado como substituto do enxaguante bucal convencional. Portanto, não se deve utilizar o comum e o clareador em conjunto.

Seu uso deve ser feito após a escovação e o uso do fio dental, ele deve ser utilizado fazendo o bochecho de 10ml do produto por 1 minuto. Logo após seu uso, é recomendado que o paciente fique 30 minutos sem se alimentar.

Assim como os outros produtos de venda livre, não é recomendado utilizá-lo sem antes consultar um dentista.

facetas e lentes de contato dental

Facetas e lentes de contato dental

Apesar de não serem uma maneira de clarear os dentes, elas contam como um modo de alcançar um sorriso branquinho. Portanto, nada mais justo do que adicioná-las à lista de tipos de clareamento dental.

As facetas de porcelana e lentes de contato dental funcionam como se fossem uma espécie de capa para os dentes, na qual protege-o e garante que ele tenha uma estética mais agradável.

Elas são finas películas, sendo a diferença entre elas o fato de que a lente de contato é menos espessa que a faceta dentária, que são colocadas sobre os dentes.

Para sua fixação é necessário realizar um pequeno desgaste nos dentes para que não haja nenhum prejuízo ao alinhamento da espessura e tamanho dos dentes.

Sendo assim, elas são responsáveis por darem uma nova aparência ao seu sorriso de um modo rápido e prático.

Clareamento interno

Diferentemente dos outros tipos de clareamento que são feitos para remover manchas externas, o clareamento interno possui o objetivo de remover as manchas internas do dente.

As manchas internas geralmente são causadas por problemas relacionados a tratamentos endodônticos, como por exemplo o tratamento de canal.

Desse modo, para realizá-lo, primeiro o dentista remove a selagem e todo o material que estava preenchendo o dente.

Em seguida ele remove a parte “grossa” das manchas internas e aplica o agente clareador. O passo seguinte pode ocorrer das formas:

  • Somente no consultório, no qual antes de terminar a sessão o dentista remove o produto do interior dos dentes e realiza a selagem novamente;
  • O híbrido, no qual além da sessão feita em consultório, o paciente permanece com o produto selado no interior dos dentes até a próxima sessão.

Logo que o resultado é atingido, o dentista preenche o dente novamente e realiza a selagem.

Isso garante que o paciente seja capaz de realizar a remoção das manchas e complicações internas derivadas de tratamentos endodônticos.

Quanto tempo demora para realizar o clareamento dental?

O clareamento dental não demora o mesmo tempo para fazer efeito em todos os tipos de clareamento, visto que eles são feitos de maneiras diferentes.

Dessa forma, o clareamento caseiro com moldeira consiste na utilização da moldeira repleta de agente clareador por um determinado período de tempo por em média 30 dias.

Já o clareamento dental a laser é realizado a partir de uma sessão que leva de 40 minutos a 1 hora, que deve ser realizada até 3 vezes com um intervalo de uma semana entre elas.

como fazer clareamento dental caseiro

Como fazer um clareamento dental caseiro?

Além dos métodos mais conhecidos citados acima, ainda existem alguns outros tipos de clareamento dental realizados com produtos caseiros.

Dentre os clareamentos com produtos caseiros, os mais famosos são os que utilizam bicarbonato de sódio.

Abaixo iremos citar como realizá-los, porém é importante lembrar que esses métodos não possuem comprovação científica de que funcionam e podem acabar danificando os dentes.

Logo é recomendado buscar um atendimento com um dentista e utilizar os métodos certificados, pois esses métodos caseiros podem acabar danificando a estrutura do dente.

Confira abaixo alguns tipos de clareamento com produtos caseiros:

  • Bicarbonato em conjunto com a pasta de dente;
  • Bicarbonato e vinagre;
  • Bicarbonato e morango;
  • Bicarbonato e limão;
  • Casca de laranja;
  • Casca de banana;
  • Água oxigenada;
  • Água oxigenada e bicarbonato de sódio;
  • Carvão ativado.

Bicarbonato de sódio realmente clareia os dentes?

Em teoria, o bicarbonato de sódio, por ser uma substância abrasiva, pode sim promover a remoção de algumas manchas dos dentes.

Porém, seu uso em casa não é recomendado, pois a utilização de qualquer tipo de método de clareamento que não seja realizado em consultório pode danificar a estrutura do esmalte.

Dessa maneira, por mais que o clareamento com acompanhamento de um dentista também danifique o esmalte dentário, o dano nesse caso é controlado pelo profissional, portanto, não há riscos de danos excessivos.

Sendo assim, pelo fato de a camada de esmalte dentário não se regenerar, não é recomendado tentar clarear os dentes desse modo, pois pode causar danos irreversíveis ao esmalte dentário.

Qual o melhor tipo de clareamento dental?

Atualmente existem várias maneiras de se obter os tão sonhados dentes brancos que podem ser os clareamentos realizados com o acompanhamento profissional ou os de venda livre.

Além disso, também podemos contar com as facetas e lentes de contato dental, que apesar de não serem um procedimento de clareamento dental conseguem oferecer dentes mais brancos ao paciente.

Sendo assim, dentre os tipos de tipos de clareamento, os mais indicados são os procedimentos realizados com o acompanhamento de um profissional, ou seja, o clareamento a laser e o clareamento caseiro com moldeira.

Porém, quando o paciente procura por um resultado mais duradouro, o ideal é optar pelas lentes de contato dental.

Mas é importante lembrar que apesar de ser um procedimento mais duradouro, para utilizá-lo é necessário fazer um desgaste dos dentes, o que faz com que esse seja um procedimento irreversível.

kit clareamento dental

Como montar um kit clareamento dental?

Atualmente, é extremamente fácil adquirir um kit clareamento dental na internet, porém, não há nenhuma garantia de que eles realmente funcionam ou de que são produtos aprovados e testados.

Sendo assim, não é recomendado adquirir esses kits vendidos na internet. Desse modo, para montar seu kit clareamento, deve-se buscar ajuda de um profissional.

Essa recomendação é feita baseada no fato de que ele será capaz de orientá-lo a respeito de onde comprar e te receitar a aquisição para que você possa adquiri-lo em um comércio especializado em produtos odontológicos.

Somente dessa maneira você pode garantir que irá adquirir um produto de qualidade e que foi devidamente testado.

Além disso, é importante consultar um dentista antes de iniciar o tratamento, visto que ele poderá te indicar a forma correta de utilizar o kit de clareamento.

Como utilizar o kit clareamento dental?

Para utilizá-lo, primeiro deve-se pegar todos os produtos e deixá-los próximos, de modo que fiquem prontos para o uso.

Em seguida, deve-se preencher a moldeira de silicone com o gel clareador. Após preenchida, deve-se colocá-la sobre os dentes pelo tempo determinado pelo dentista.

Logo após deve-se enxaguar bem a boca e evitar alimentar-se pelos próximos 30 minutos. Esse processo deve ser repetido por no máximo uma vez ao dia durante o tempo recomendado pelo dentista ou até que se atinja o resultado esperado.

Posso dormir com a moldeira de clareamento?

O clareamento dental caseiro com moldeira possui um número estipulado de horas nas quais o paciente deve utilizar a moldeira com o agente clareador.

Portanto, por possuir um número de horas determinado no qual o paciente deve utilizar a moldeira, não é recomendado dormir com ela.

Isso se deve ao fato de que o ato de dormir com a moldeira pode acabar fazendo com que o paciente ultrapasse o número de horas que pode utilizá-la.

O uso da moldeira por mais tempo que o tempo determinado pode danificar os dentes e também danificar a gengiva.

Sendo assim, é altamente recomendado não dormir com a moldeira de clareamento dental para evitar possíveis danos causados à gengiva e ao esmalte dentário.

Como funciona um clareamento dental

Como funciona um clareamento dental?

O clareamento dental é um procedimento odontológico que promove o clareamento dos dentes, mas como esse branqueamento é feito?

Esse clareamento dos dentes é feito através de produtos abrasantes que quebram as moléculas do esmalte.

Geralmente, tanto os produtos de venda livre quanto o gel clareador utilizam o peróxido de hidrogênio como abrasante.

Sendo assim, apesar de ele ser um componente que está presente em grande parte dos produtos de higiene bucal, os produtos para clareamento dental o utilizam em uma concentração muito maior.

Desse modo, eles promovem o clareamento removendo as partes mais externas da camada do esmalte dentário que foram pigmentadas com o passar do tempo.

Isso significa que quando o produto abrasante entra em contato com o esmalte dentário, ele faz com que as moléculas pigmentadas do dente se desprendam e dessa maneira remove-as.

Isso faz com que o dente vá clareando gradativamente, visto que as moléculas tingidas do esmalte dentário vão sendo removidas aos poucos.

Portanto o clareamento dental nada mais é do que um “polimento” da camada externa do dente, que consiste na remoção das camadas mais externas do esmalte dentário.

Clareamento dental danifica os dentes?

O procedimento de clareamento dental é responsável por remover as partes pigmentadas do esmalte dentário para que o dente volte a ficar branco.

Dessa maneira, ele é responsável por corroer uma pequena parte do esmalte dentário, o que por sua vez pode acabar deixando os dentes mais sensíveis.

Porém, essa pequena corrosão do esmalte dentário não compromete o dente, desse modo o clareamento não deixa o dente mais sensível nem mais suscetível a complicações.

O clareamento dental danifica as gengivas?

No clareamento realizado em consultório, antes de se iniciar o procedimento, primeiro é feito toda uma preparação para proteger as gengivas.

Sendo assim, no clareamento de consultório, as chances de ocorrer algum dano à gengiva durante o procedimento é extremamente baixa.

Porém, no clareamento caseiro com moldeira, não é realizado nenhum tipo de proteção à gengiva durante o procedimento.

Desse modo, é bastante comum que ocorra algum tipo de sensibilidade nas gengivas durante o período correspondente ao clareamento.

Além disso, essa sensibilidade pode ser um pouco maior em géis clareadores que possuem uma alta concentração de abrasadores. Isso se deve ao fato de que essa alta concentração pode acabar fazendo com que aconteçam leves queimaduras nas gengivas.

Nesse caso, é recomendado suspender o uso e entrar em contato com o dentista o mais rápido possível para que ele possa passar as devidas orientações.

é normal sentir sensibilidade nos dentes após o procedimento

É normal sentir sensibilidade nos dentes após o procedimento?

É comum que os dentes fiquem um pouco mais sensíveis após efetuar o clareamento dental, tanto que alguns dentistas recomendam o uso de pastas para sensibilidade durante o processo.

Essa sensibilidade é resultado da remoção da parte mais externa do esmalte dentário, que por sua vez deixa a camada do esmalte mais fina.

Isso faz com que a dentina, que é uma camada que possui diversos canais que levam ao núcleo do dente, fique mais exposta e desse modo acabe provocando a sensibilidade nos dentes.

Portanto, sabemos que a sensibilidade dentária provocada pelo clareamento ocorre devido a corrosão de parte do esmalte dentário.

Quem sofre de sensibilidade dentária pode fazer o clareamento?

Atualmente, não há nenhuma contraindicação que impeça pacientes que possuam sensibilidade dentária de realizar o clareamento dental.

Porém, em casos onde a sensibilidade é muito alta o tratamento de clareamento não é indicado de forma alguma.

Sendo assim, independente de qual método de clareamento dental o paciente venha escolher é recomendado realizar um acompanhamento com um profissional.

E por meio desse acompanhamento o dentista pode avaliar o nível de sensibilidade do paciente e verificar se o procedimento é ou não viável.

Também é importante mencionar que é comum que o paciente fique com os dentes mais sensíveis durante o procedimento.

Benefícios do clareamento dental?

O clareamento dental é um procedimento puramente estético, portanto a vontade de realizá-lo deve partir do paciente.

Desse modo, seu objetivo é puramente promover o clareamento dos dentes, ou seja, ele serve para proporcionar ao paciente um sorriso mais branco.

Sendo assim, o clareamento dental garante ao paciente um aumento da autoestima que é proporcionado pela melhora da aparência do sorriso.

clareamento dental antes e depois

Clareamento dental antes e depois

É possível perceber uma mudança significativa entre o antes e depois do clareamento dental.

Essa mudança é fácil de se identificar pelo fato de que antes de realizar o procedimento, os dentes do paciente se encontram escurecidos.

Em alguns casos, isso acaba fazendo com que ele tenha vergonha de sorrir e acabe escondendo os dentes, causando também uma queda em sua autoestima.

Desse modo, após a realização do clareamento, é possível perceber uma notável diferença na tonalidade dos dentes do paciente.

Isso faz com que ele perca o medo de sorrir e exiba seu sorriso por aí sem medo de ser feliz, sem contar a melhora na autoestima causada pelo branqueamento dos dentes.

Quanto tempo dura o clareamento dental?

De certo modo, o clareamento de dente é um procedimento que promove o branqueamento do mesmo, a ponto de melhorar a estética do sorriso.

Porém, a dúvida que muito têm se perguntado é: por quanto tempo é possível manter os resultados do clareamento antes que o dente torne a amarelar e deixe de ser branco?

Respondendo a pergunta, é possível manter os efeitos do clareamento de dente por um período de até 2 anos.

Esse é apenas um tempo médio, visto que a permanência ou não dos efeitos por bastante tempo irá depender dos cuidados que o paciente irá tomar pós-procedimento.

Como manter os efeitos do clareamento por mais tempo?

Assim como dito anteriormente, o efeito do clareamento dentário costuma perdurar por um tempo médio de até 2 anos.

Porém, para alcançar esse tempo, o paciente deve tomar certos cuidados com o objetivo de prolongar os resultados pelo maior tempo possível.

Para atingir esse objetivo, deve-se:

  • Evitar alimentos muito pigmentados;
  • Não fumar ou consumir bebidas alcoólicas;
  • Cuidar bem da higiene bucal;
  • Manter as visitas regulares ao dentista em dia;
  • Utilizar canudos para consumir bebidas pigmentadas ou ácidas.

O que não posso comer depois do clareamento?

O amarelamento dos dentes é derivado do alto consumo de alimentos pigmentados e ácidos, como café, vinho e outros.

Já o processo de clareamento, consiste na remoção dessas partículas pigmentadas da camada do esmalte dentário, que é a camada mais externa dos dentes.

Após o clareamento dental não há nenhuma restrição quanto ao que comer, porém, caso o paciente deseje manter os efeitos do clareamento pelo maior período de tempo possível é recomendado evitar alimentos muito pigmentados e muito ácidos.

Quais são os hábitos que contribuem para o escurecimento dos dentes?

Assim como existem cuidados que podem manter o efeito do clareamento por mais tempo, existem os que contribuem para o escurecimento e aparecimento de manchas no dente.

Sendo assim, os hábitos que contribuem para o escurecimento dos dentes são:

  • Bebidas e alimentos muito ácidos ou muito pigmentados, tanto industrializados quanto naturais;
  • Tabagismo;
  • Maus hábitos de higiene bucal;
  • Não visitar o dentista regularmente.

quando o clareamento dental é indicado

Quando o clareamento é indicado?

O clareamento dental não possui uma indicação específica, portanto não há casos onde sua realização seja indispensável.

Sendo assim, esse é um procedimento cujo único objetivo é clarear os dentes, portanto, apenas o paciente pode definir se quer ou não realizá-lo.

Dessa maneira, caso o paciente possua o desejo de realizar o clareamento, ele deve procurar por um dentista para que ele possa orientá-lo quanto a realização do procedimento e a verificar se há algum impedimento para realizá-lo.

Portanto, esse é um procedimento que é realizado quando o paciente possui a vontade de clarear os dentes.

Qualquer um pode fazer clareamento dental?

O clareamento é um procedimento puramente estético, portanto, não há indicações para ser realizado. Sendo assim, somente o paciente pode decidir quando realizar ou não o clareamento dental.

Além disso, apesar de ser um procedimento relativamente simples, existem alguns casos em que esse procedimento não é recomendado.

Dessa maneira, ele pode ser realizado por todos exceto por pacientes que se encaixam em alguma das contraindicações, confira quais são abaixo:

Contraindicações do clareamento dental

O clareamento dental não possui muitas contraindicações, porém elas ainda existem. Desse modo, é importante conhecê-las para evitar complicações na hora de realizar o tratamento.

As principais contraindicações desse procedimento são:

  • Pacientes que possuem menos de 15 anos de idade;
  • Presença de complicações bucais como cárie, tártaro e fraturas. Nesses casos é necessário tratá-las previamente;
  • Problemas relacionados ao tecido gengival;
  • Restaurações e/ou tratamentos endodônticos problemáticos;
  • Alergia a algum dos componentes envolvidos no clareamento.

O clareamento funciona em dentes marrom-acinzentados?

Quando o dente possui a coloração marrom-acinzentada geralmente significa que o paciente utilizou o antibiótico Tetraciclina durante sua infância.

Esse medicamento é conhecido por tingir os dentes de um tom marrom-acinzentado, o que é causado por uma molécula presente na composição desse remédio.

Portanto, ao fazer o uso desse medicamento durante a infância, essas moléculas se aderem a estrutura dos dentes tingindo-os de maneira irreversível.

Desse modo, os tipos de clareamento dental não são capazes de reverter o processo para remover a mancha causada por esse remédio.

Porém, é possível notar uma pequena melhora após a realização do clareamento. Sendo assim, quando o paciente deseja remover manchas desse tipo, é recomendado que ele opte pelas lentes de contato dental ou pelas facetas dentárias.

quanto custa um clareamento dental

Quanto custa um clareamento dental?

O preço do clareamento dental não possui um valor fixo, pois ele pode variar de acordo com o tipo de clareamento escolhido, pode variar com relação a região, pode variar conforme a clínica e também mediante ao profissional escolhido.

Portanto, tendo isso em mente, sabemos que é possível dizer apenas o valor médio de cada um dos tipos de clareamento.

Dessa maneira, confira abaixo o preço médio de cada um dos tipos de clareamento:

  • Clareamento dental a laser: de R$ 500 (quinhentos reais) a R$ 3.000 (três mil reais) por sessão;
  • Clareamento caseiro com moldeira: de R$ 300 (trezentos reais) a R$ 800 (oitocentos reais);
  • Clareamento interno: para saber o preço do clareamento interno é recomendado realizar um orçamento, visto que seu valor também varia baseando-se em qual e quais dentes passarão pelo tratamento;
  • Métodos de clareamento de venda livre: por se tratarem de vários métodos de clareamento é mais difícil afirmar um valor médio, porém esses produtos costumam custar de R$ 15 (quinze reais) a R$ 200 (duzentos reais).

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são capazes de garantir ao paciente que passou pelo clareamento dental a possibilidade de estender os resultados do tratamento.

Isso é possível pelo fato de que por meio delas o dentista pode oferecer dicas de como prolongar e manter os resultados do clareamento por mais tempo.

Por meio delas também é possível realizar a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e também é responsável por realizar a raspagem de tártaro.

Além disso, elas também servem para que o dentista possa orientar o paciente a respeito de bons hábitos de higiene bucal.

Essas visitas para efetuar a profilaxia devem ser realizadas 2 vezes ao ano, ou seja, num intervalo de 6 em 6 meses.

Elas também permitem que o dentista possa identificar a existência de qualquer tipo de complicação relacionada à saúde bucal e tratá-la logo em seu início.

Dessa maneira, o paciente pode resolver esses problemas o quanto antes, evitando que eles se tornem complicações mais severas e dificultem seu tratamento.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

Clareamento dental: o que é, como é feito, tipos e mais publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário