Dentes incisivos: veja quais são, suas funções e problemas

Os dentes são uma parte fundamental do processo digestório visto que eles são a primeira parte do processo digestivo. Contudo, apesar de todos fazerem parte do processo digestivo, nem todos os dentes possuem a mesma função.

Sendo assim, confira mais a respeito dos dentes incisivos no artigo abaixo:

Quais são os dentes incisivos?

Os dentes incisivos são os 8 dentes frontais que possuímos na boca, sendo 4 superiores e 4 inferiores. Eles também são divididos entre:

  • Dentes incisivos centrais, que são os 4 dentes mais centrais que possuímos em que ficam 2 na arcada superior e 2 na arcada inferior;
  • Dentes incisivos laterais, que são os 4 dentes que ficam entre os centrais e os caninos, sendo 2 superiores e 2 inferiores, nos quais 2 ficam do lado esquerdo e 2 do lado direito.

Eles possuem seus dentes de leite e seus dentes permanentes, portanto eles estão presentes tanto na primeira dentição provisória quanto na dentição definitiva.

Geralmente, eles são os primeiros dentes a nascerem na arcada dentária e os primeiros a serem trocados pelos permanentes.

Além disso, esses dentes geralmente são mais finos que os demais para que possam desempenhar sua função da maneira correta.

Qual a função dos dentes incisivos?

Assim como dito anteriormente, os dentes incisivos são os dentes frontais da boca e geralmente possuem uma espessura menor que os demais dentes.

Isso se deve ao fato de que sua principal função é a de cortar os alimentos para serem triturados pelos outros dentes.

Eles também são importantes para que o paciente possa falar alguns fonemas, cujo som é derivado principalmente do movimento da língua realizado atrás dos dentes.

Dessa forma, isso garante que eles sejam extremamente fundamentais para o desenvolvimento da fala do paciente.

Quais problemas podem acometer os dentes incisivos

Quais problemas podem acometer os dentes incisivos?

Os dentes incisivos, assim como os outros dentes da arcada dentária, também estão sujeitos a sofrerem complicações de saúde bucal.

Sendo assim, confira quais são alguns dos problemas que podem afetar esses dentes:

Placa bacteriana

A placa bacteriana não é bem uma doença, porém é considerada uma complicação que é derivada da má higienização dos dentes de modo que haja um acúmulo de partículas de alimentos, o que por sua vez resulta no acúmulo de bactérias.

Essas bactérias por sua vez criam uma fina película sobre os dentes que é responsável por causar um amarelamento dos dentes e também originar algumas complicações, como a gengivite e a cárie.

Cárie

A cárie é um problema conhecido por causar o surgimento de ponto preto no dente e de pequenos buraquinhos em seu estágio inicial.

Quando ela atinge um estágio mais avançado pode chegar a comprometer a saúde do dente, sendo necessário realizar um tratamento de canal para remover a polpa dentária ou até mesmo extrair o dente.

Gengivite

A gengivite não é uma condição que atinge diretamente os dentes, porém atinge os tecidos responsáveis por sustentá-lo.

Porém, ela é causada pelo acúmulo de placa bacteriana na superfície dos dentes, que com o passar do tempo pode se infiltrar no espaço entre o dente e a gengiva e causar uma inflamação dos tecidos dela.

Essa inflamação pode causar vermelhidão, inchaço, sangramento e também pode deixar a região afetada mais sensível.

Fraturas

O fato de os dentes incisivos serem os dentes posicionados mais à frente da arcada dentária os deixa mais suscetíveis a fraturas.

O que se deve ao fato de seu posicionamento os deixarem mais expostos a possíveis traumas que possam ocorrer na boca do paciente, resultando em sua fratura.

Como cuidar bem dos dentes incisivos?

Esses dentes, assim como os demais, podem ser a origem de complicações bucais, sendo assim, também é importante ter cuidado com eles.

Desse modo, para mantê-los livres de complicações deve-se cuidar bem deles desde o momento em que nascem.

Para isso é importante realizar sua escovação no mínimo duas vezes ao dia com uma escova de dentes com cerdas macias e utilizar o fio dental.

Também é importante realizar as visitas regulares ao dentista para fazer o acompanhamento da saúde bucal e efetuar a profilaxia dentária.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que o paciente possa efetuar a profilaxia dentária, que deve ser realizada num período de 6 em 6 meses ou de 3 em 3 meses se o paciente utilizar aparelho, visto que ele contribui para o acúmulo de partículas de alimentos e bactérias.

Desse modo, por meio da profilaxia dentária o paciente consegue efetuar a prevenção e remoção da placa bacteriana, do tártaro e da gengivite.

Além disso, as visitas regulares garantem que procedimentos como a manutenção em aparelhos e ajustes em próteses possam ser realizados.

Por meio delas o dentista também pode avaliar os hábitos de higiene do paciente, assim como efetuar o check-up da saúde bucal do paciente

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

Dentes incisivos: veja quais são, suas funções e problemas publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário