Dor no dente: confira as principais causas e remédios

A dor no dente é uma situação incômoda que geralmente acontece devido a algum outro tipo de problema de saúde bucal ou trauma.

Desse modo, é importante atentar-se a esse sintoma, pois caso seja originado de algum problema de saúde bucal é importante buscar resolvê-lo o mais rápido possível.

Pois somente assim é possível evitar que eles se tornem complicações mais severas e dificultem o tratamento.

Sendo assim, confira mais sobre os principais motivos causadores da dor no dente:

O que é dor no dente?

A dor no dente é um sintoma bastante comum em muitas pessoas, de modo que seja possível senti-la ao comer certos tipos de alimentos ou constantemente.

Ela é caracterizada pelo incômodo gerado na região do dente que geralmente é originada de outro tipo de problema.

Desse modo, é importante procurar saber o motivo da dor no dente, visto que somente o tratamento precoce pode garantir que não haja complicações do problema de saúde.

Portanto, confira abaixo os principais motivos causadores da dor no dente.

O que pode ser dor no dente?

Assim como foi citado anteriormente, a dor no dente é derivada de algum tipo de complicação bucal. Portanto, é extremamente importante saber a causa de modo que ela possa ser tratada da maneira correta antes que se torne uma complicação muito grave e complique o tratamento.

Sendo assim, confira abaixo as principais causas da dor no dente:

Sensibilidade dentária

A sensibilidade é caracterizada pela dor no dente ao consumir alimentos muito quentes ou muito frios.

Isso acontece pela diminuição do esmalte dentário, que expõe a camada da dentina. A dentina é um tecido de cor meio amarelada.

Ela também é um tecido que possui vários canais, de modo que, ao ingerir um alimento frio ou quente, gere estímulos na polpa dentária, que é a parte do dente que possui todos os os nervos e vasos sanguíneos.

Desse modo, esse estímulo à polpa dentária é a origem da dor no dente devido a sensibilidade.

Ela normalmente é causada por:

  • Retração gengival: ao expor a raiz do dente, que é uma parte que não possui a camada externa de esmalte, o dente fica exposto a estímulos térmicos externos;
  • Cárie: com o passar do dente a cárie corrói o esmalte dentário e deixa a dentina exposta e com isso origina a sensibilidade;
  • Má-oclusão: o mau posicionamento dentário muitas vezes faz como que os dentes muitas vezes geram atritos, que acabam corroendo e destruindo a camada de esmalte, expondo a dentina;
  • Alimentos e bebidas ácidas: apesar de parecerem inofensivos, seu consumo em excesso resulta na corrosão gradativa do esmalte, que por sua vez expõe a dentina, o que origina a sensibilidade;
  • Refluxo gastroesofágico: é uma doença que resulta no retorno dos alimentos junto do ácido estomacal, no qual é utilizado o mesmo princípio dos alimentos ácidos.

A acidez do fluido estomacal também contribui para a corrosão do esmalte dentário e para a exposição da dentina;

  • Bruxismo: compreende uma situação onde há o apertar e o ranger de dentes, na qual são responsáveis por desgastar a estrutura dentária, podendo levar ao comprometimento de toda estrutura do dente.

Desse modo, ele é responsável por desgastar os dentes e deixá-los amolecidos.

dor no dente ao comer doce

Dor no dente ao comer doce

Algumas pessoas reclamam de dor no dente ao ingerir alimentos doces, o que acaba fazendo com que elas optem por não ingerirem.

Além disso, como a dor é uma sensação única, cada paciente sente um desconforto diferente ao ingerir algum tipo de doce.

Outra curiosidade a respeito da dor no dente ao comer doce é que algumas pessoas podem senti-la já na primeira mordida enquanto algumas só sentem quando exageram.

Geralmente essa dor aparece como uma pontada e costuma durar apenas alguns segundos.

O motivo principal da dor no dente é a cárie, porém ela também pode ser causada pela sensibilidade dentária.

Desse modo, ela acontece devido a reação existente entre o açúcar do alimento doce e as bactérias que habitam no interior da boca.

Isso faz com que ao entrarem em contato, as bactérias procuram fermentar o açúcar para se alimentar, o que acaba resultando na produção de ácidos.

Quando isso ocorre e o paciente já sofre da ação de cáries, esses ácidos acabam afetando a parte do dente que está comprometida, o que resulta na liberação de ácidos sobre a dentina.

Sendo assim, esse é o motivo da dor no dente, de modo que aconteça o mesmo quando a mesma é motivada pela sensibilidade.

Dor no dente ao mastigar

A dor no dente ao mastigar pode acontecer devido a diversos motivos, desde problemas como apertar os dentes quanto complicações de saúde bucal.

Sendo assim, os principais motivos da dor no dente ao mastigar são:

  • Cáries;
  • Doenças periodontais;
  • DTM;
  • Problemas de má-oclusão;
  • Bruxismo;
  • Hábitos parafuncionais.

Assim como os outros problemas é importante buscar ajuda profissional, visto que apenas o profissional é capaz de determinar o tratamento necessário e executá-lo da maneira correta.

Pulpite

Também conhecida como inflamação da polpa dentária, é uma situação onde há uma inflamação no núcleo do dente.

Isso significa que há uma inflamação na parte do dente que corresponde a região onde estão situados todos os vasos sanguíneos e nervos do dente.

Geralmente esta situação está associada à cárie, ao bruxismo ou traumas na boca que afetam os dentes.

Ela também pode acontecer de modo aguda ou de modo crônico, o qual pode acontecer de três maneiras, que são a pulpite:

  • Crônica ulcerativa: ocorre quando o dente sofre desgaste a ponto de expor seu núcleo;
  • Crônica hiperplásica: acontece quando a polpa inflamada estimula o crescimento dos tecidos formando um pequeno tumor benigno;
  • Crônica esclerosante: é a pulpite que acontece devido a idade avançada, ou seja, ocorre devido ao enfraquecimento da estrutura dentária.

Os sintomas associados a pulpite geralmente estão ligados a pulpite aguda, visto que em grande parte das vezes a pulpite crônica é assintomática.

Sendo assim, as principais causas da pulpite são:

  • Cáries;
  • Bruxismo;
  • Idade avançada;
  • Periodontite.

Abscesso

O abscesso dentário corresponde ao acúmulo de pus no interior do dente causado por uma infecção de bactérias.

Geralmente elas se infiltram no interior do dente e costumam adentrar a estrutura dentária até alcançar a raiz.

Quando alcançam a raiz do dente, elas causam a inflamação e o inchaço. Desse modo, ao ocorrer a inflamação, o inchaço acaba empurrando o acúmulo de pus para a ponta da raiz do dente, formando assim o abscesso dentário.

Os sintomas associados ao abscesso dental são:

  • Sensação de dente inchado;
  • Dor no dente;
  • Febre;
  • Inchaço.

Desse modo, caso sinta alguns dos sintomas citados acima é altamente recomendado procurar ajuda profissional.

Isso se faz necessário pois somente o dentista é capaz de identificá-lo e tratá-lo da maneira correta.

Trauma

Quando sofremos algum tipo de trauma em alguma parte do corpo, é normal que o local fique vermelho e inchado.

Essa vermelhidão e inchaço são indício do início de um processo inflamatório. Eles são resultado da tentativa do corpo de reparar os tecidos danificados.

O inchaço e a vermelhidão são consequências do aumento do fluxo sanguíneo na região, com o objetivo auxiliar na reparação.

Quando isso acontece no dente, a situação é um pouco diferente, pois ele é uma estrutura que possui paredes rígidas e não pode se expandir, portanto ele acaba criando um aumento da pressão interna dos dentes.

Além disso, como qualquer outro tipo de impacto, o trauma na boca pode causar a dor no dente devido a esse processo inflamatório.

remedio para dor de dente

Remédio para dor no dente

A dor no dente é uma situação um tanto quanto incômoda e o uso de alguns remédios podem aliviá-la.

Desse modo, o uso de alguns analgésicos e anti-inflamatórios são uma ótima opção para aliviar essa dor momentaneamente.

É importante lembrar que esses remédios não servem para tratar a causa da dor no dente, eles só aliviam ela.

Portanto, o uso deles não deve ser visto como uma forma de tratamento, e sim como uma forma de reduzir o incômodo, isso significa que o dentista deve ser consultado independente do remédio reduzir a dor ou não.

Bons exemplos de remédio para dor no dente são:

  • Dipirona;
  • Paracetamol;
  • Ibuprofeno.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista garantem que ele possa identificar e tratar a dor no dente logo em seu início.

Desse modo, é possível descobrir sua causa e tratá-la antes que se torne um problema que seja que dificulte sua resolução.

Por meio delas, o paciente também consegue relatar qualquer tipo de sintoma anormal que ele esteja sentindo, e dessa maneira o dentista consegue iniciar o processo de avaliação para identificar os problemas.

Ele também consegue garantir que o tratamento de problemas como o tártaro e a cárie, sejam tratados logo em seu início, evitando que se tornem complicações severas.

Além disso, por meio delas também é possível efetuar a profilaxia, que é limpeza profissional dos dentes e deve ser feita de 6 em 6 meses para a manutenção da higiene dos dentes.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Dor no dente: confira as principais causas e remédios publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário