Placa de bruxismo: para que serve, como e quando usar e seu preço

A placa de bruxismo possui um papel importante no tratamento do distúrbio de ranger de dentes. 

Conheça aqui mais à fundo a respeito dos benefícios propostos pela placa de bruxismo e como é feito o seu uso de forma correta:

O que é uma placa de bruxismo?

A placa de bruxismo, também chamada de placa de mordida ou miorrelaxante, é um acessório feito de acrílico ou silicone que possui um perfeito encaixe com a dentição. 

É uma das partes do tratamento do distúrbio do bruxismo (hábito de ranger ou pressionar os dentes) e que é uma das principais causas de disfunções na articulação temporomandibular, que liga a mandíbula ao crânio.

Por ser confeccionada por meio de um molde feito da arcada dentária, a placa evita com que haja esse contato brusco entre a arcada superior e a inferior. O contato entre as dentições pode ser silencioso ou produzir sons, sendo facilmente identificado por meio dos desníveis dos dentes e por meio do desgastes.

Nesse caso, além de evitar danos dentários, a placa também irá atuar como forma de alívio da tensão e das dores causadas na boca e que refletem no osso da mandíbula e na cabeça.

A placa de mordida também possui um papel preventivo importante, evitando danos mais graves como problemas de extrusões, mordida aberta anterior, mudança de posição dos dentes (migração dentária).

Como funciona a placa de bruxismo?

O funcionamento da placa de bruxismo é bem simples e atua controlando os efeitos dos hábitos constantes do distúrbio, que possui um efeito involuntário. Assim sendo, atua protegendo a estrutura dos dentes e evitando com que haja um excesso de força sobre os dentes.

O uso da placa só poderá ser feito por meio da indicação de um especialista e sob as suas orientações. Quando indicado pelo dentista, a moldagem das arcadas pode ser feita no próprio consultório, para assim se iniciar a confecção da proteção em laboratório.

Contudo, para que o efeito e os benefícios da placa de bruxismo sejam percebidos durante o processo de uso item é necessário que além do encaixe perfeito, também haja atenção ao material mais indicado as particularidades do caso. 

Vale ressaltar que mesmo considerando suas vantagens se deve considerar que seu uso deve está associado a outras formas de tratamento, como fisioterapia, medidas de relaxamento (já que muitas das vezes o bruxismo está associado a casos de estresse e ansiedade), formas de alívio (medicação, uso de compressas) ou ainda tratamentos ortodônticos, restaurações ou coroas em casos da exposição de um ou mais dentes.

Qual a melhor placa de mordida?

Qual a melhor placa de mordida

Como dito, a placa pode ser feita por material acrílico ou por silicone, que possuem indicação por fatores específicos.

No entanto, na maioria dos casos, o material recomendado é a resina acrílica, por sua rigidez que impede que a estrutura seja rompida em meio ao distúrbio e possibilita o maior controle dos movimentos involuntários.

Enquanto isso, a placa de silicone, não impede que o haja o movimento de ranger de dentes e tende a ter a sua estrutura comprometida em meio algum surto. Dessa forma, pode não ser capaz de proporcionar a estabilização da musculatura mastigatória e da articulação temporomandibular (ATM).

Por sua vez, a principal indicação da placa de silicone é a proteção aos desgastes nos dentes, atuando na ação preventiva de uma disfunção temporomandibular (DTM) e que também são consequências do bruxismo.

Por isso, para a escolha ideal da forma de tratamento, é necessário que o odontologista realize uma avaliação da dentição e percebe a gravidade do caso.

Quando é indicada a placa miorrelaxante?

A placa miorrelaxante é indicada em casos que o ranger de dentes, ligado diretamente ou não ao bruxismo, afeta diretamente a estética, o tamanho e a harmonia dos dentes.

O ato de ranger de dentes está associado a condição emocional da pessoa, que diante um contexto de tensão e estresse tende a desenvolver esse problema, que pode ou não ser passageiro. Contudo, a maioria dos casos de ranger de dentes e indicação da placa de bruxismo.

Entre os sintomas gerais do bruxismo que estão por trás da recomendação da placa de mordida estão:

  • Dentes desgastados, fraturados ou trincados;
  • Sensibilidade dentária;
  • Dores na musculatura mastigatória;
  • Dificuldade de movimentar a boca;
  • Dores na dentição, ATM e cabeça;
  • Amolecimento da arcada;
  • Motilidade dentária;
  • Estalos ao movimentar a boca;
  • Sensação de areia na articulação ao movimentar a boca;
  • Cansaço diurno pela perda de qualidade do sono.

Logo, diante dos sintomas, é importante recorrer imediatamente ao acompanhamento odontológico, para que o problema seja diagnosticado e para que seja feita a indicação da placa e demais tratamentos adequados.

É importante que a placa de bruxismo seja confeccionada sob medida a arcada do paciente, evitando que haja prejuízos e desconforto à arcada dentária e aos ossos que compõem a face, isso graças a sobrecarga causada pelos movimentos. 

Quanto tempo dura o tratamento com a placa

Quanto tempo dura o tratamento com a placa?

A durabilidade da placa miorrelaxante irá depender de uma série de fatores, como o material utilizado na confecção, qualidade da higiene bucal, a complexidade do caso e o número de dentes em contato com a peça.

Tendo em vista a maior espessura e maior rigidez, a placa acrílica tende a possuir uma estimativa de duração maior, no entanto, para ambos os tipos de tratamento o indicado é que o paciente efetue sua troca a cada dois anos, ou preferivelmente de forma anual ou de 6 em 6 meses dependendo do estado do acessório.

Contudo, é importante que durante o meio tempo de uso seja mantido os cuidados de higienização do material e da dentição, utilizando uma escova de cerdas macias.

Enquanto a escovação dos dentes deve ser feita por um creme dental com flúor de 1000 ppm e 1500 ppm, a placa deve ser higienizada com o uso de um enxaguante neutro, já que o creme dental possui dentifrícios que podem comprometer o acessório. A higiene da placa deve acompanhar as escovações diárias, que devem ser de 2 a 3 vezes ao dia.

Opte por guardar a placa de bruxismo, já limpa e seca, em um estojo adequado, evitando a sua exposição a sujeiras, amarelamento e manchas. É por meio desses cuidados que se evita também a proliferação de bactérias na zona bucal, e assim o aparecimento de problemas como placa bacteriana, halitose (mau hálito), tártaro, cáries e gengivite.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista devem ser feitas ao menos de 6 em 6 meses, buscando avaliar as condições da saúde bucal e o desempenho dos bons hábitos.

É também pelo acompanhamento odontológico devido que se é possível realizar procedimentos regulares, como a profilaxia (limpeza profissional), e promovendo assim a limpeza profunda da arcada dentária e a prevenção de complicações futuras.

O plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Placa de bruxismo: para que serve, como e quando usar e seu preço publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário