PPR provisória: o que é, como funciona e quando utilizar

A PPR provisória é um tipo de prótese parcial removível que é utilizada no período em que a PPR definitiva está sendo confeccionada.

Dessa maneira, o tempo pelo qual esse tipo de prótese é utilizada é bastante reduzido, portanto isso significa que você não a utilizará por muito tempo.

Sendo assim, confira mais a respeito da PPR provisória no artigo abaixo:

O que é PPR provisória?

A PPR provisória é um tipo de prótese parcial removível que é utilizada por um período determinado de tempo.

Esse período corresponde ao tempo em que a prótese definitiva demora para ser confeccionada, portanto ela não é feita para ser utilizada por muito tempo.

Sendo assim, a PPR provisória é um dispositivo que permite que o paciente não fique com as gengivas expostas durante o tempo de confecção da prótese definitiva.

Para que serve a PPR provisória?

O objetivo principal da PPR provisória é ser utilizada como uma maneira temporária de não deixar o paciente sem uma prótese durante a confecção da definitiva.

Sendo assim, uma das principais funções dela é oferecer ao paciente a oportunidade de manter uma estética mais agradável enquanto a prótese definitiva está sendo produzida.

Além disso, ela também serve para oferecer ao paciente a oportunidade de não perder a funcionalidade da mastigação e afins que era exercida pelos dentes naturais.

Desse modo, a PPR provisória é utilizada como uma forma de o paciente não ficar sem dentes para exercer suas funções mastigatórias e estéticas.

Ela também pode ser utilizada como forma de proteger o tecido gengival que de outra maneira ficaria desprotegido e poderia ser comprometido.

Além disso, ela possui o benefício de poder ser confeccionada no próprio consultório, e dessa maneira permite que o paciente já saia do consultório utilizando sua prótese provisória.

Sendo assim, o paciente pode restabelecer seus dentes provisoriamente assim que  perdê-los. Isso significa que não há necessidade de o paciente ficar sem os dentes e sem uma prótese.

E caso o paciente possua um plano odontológico, ele conseguirá ser atendido com urgência e conseguirá sua PPR provisória mais rapidamente.

ppr provisória

Que próteses necessitam da PPR provisória?

Assim como o nome sugere, a PPR provisória é um tipo de prótese utilizada provisoriamente até que a prótese definitiva fique pronta.

Sendo assim, ela costuma ser utilizada antes da instalação das outras PPRs que são as definitivas.

Dessa maneira, confira quais são as PPRs definitivas:

PPR flex

A PPR flex é um dispositivo protético confeccionado para repor alguns dentes perdidos, ou seja, ela necessita que existam alguns dentes remanescentes para serem utilizados como apoio.

Também conhecida como ponte móvel flexível, essa prótese possui o diferencial de ser flexível, o que garante a ela características exclusivas.

Essa prótese é confeccionada de silicone para proporcionar ao paciente a possibilidade de obter uma prótese maleável.

Além disso, esse material também garante que a prótese não agarre maus cheiros, além de possuir uma ótima estética devido ao fato de conseguir assemelhar-se à gengiva e aos dentes naturais.

Ela também utiliza grampos estéticos, o que permite que sua estética seja muito mais agradável do que a de grampo metálico.

Sendo assim, ela é confeccionada com o objetivo de ser uma prótese mais confortável e esteticamente mais agradável que as outras próteses.

PPR de acrílico

A PPR de acrílico é uma prótese utilizada para repor alguns dentes perdidos, porém ela não é utilizada para repor todos os dentes da arcada.

Isso se deve ao fato de ela ser uma prótese parcial e também do fato de ela necessitar da existência de alguns dentes para realizar sua fixação.

Diferentemente da prótese flexível, essa é uma prótese rígida e pode ser encontrada na versão com grampos metálicos e na com grampos estéticos.

Ela também pode ser encontrada com a estrutura metálica e com a estrutura também feita em acrílico. Desse modo, ela oferece ao paciente várias opções de customização.

Como é a adaptação com a prótese parcial provisória

Como é a adaptação com a prótese parcial provisória?

O período de maior dificuldade no tratamento é o processo de adaptação ao uso tanto da PPR provisória quanto da PPR definitiva.

Isso se deve ao fato de que inicialmente o paciente pode estranhar o fato de ser um corpo estranho na boca.

Além disso, é comum que a prótese exerça uma certa pressão em determinada região da boca, porém, caso essa pressão seja muito forte é recomendado procurar atendimento odontológico.

Caso a prótese acabe ferindo sua boca, também é recomendado procurar um dentista, pois o ideal é que elas não causem incômodos.

Quanto tempo posso ficar com a prótese provisória?

A PPR provisória é utilizada durante o período em que a prótese definitiva está sendo confeccionada.

Portanto, ela é feita para ser utilizada por no máximo 60 dias, e caso passe desse período deve-se confeccionar uma nova prótese provisória.

Porém, não é comum que chegue ao período de 60 dias, pois a prótese definitiva costuma ficar pronta em menos tempo.

Qual o valor de uma prótese provisória?

A PPR provisória não possui um preço fixo, pelo fato de existirem vários fatores que podem influenciar em seu valor final.

Sendo assim, é possível afirmar apenas seu preço médio que costuma variar de R$ 600 (seiscentos reais) a R$ 1.300 (mil e trezentos reais).

E assim como foi dito anteriormente, esse valor pode variar de acordo com a região onde será confeccionada, o profissional escolhido e o fato de possuir ou não um plano odontológico.

cuidados com a ppr provisoria

Cuidados com a PPR provisória

Para cuidar bem da PPR provisória e garantir que o período em que o paciente a utilizará proporcionem uma boa experiência é recomendado que o paciente:

Tenha bons cuidados de higiene bucal

Apesar de se tratar de dentes artificiais, é importante que o paciente tenha bons cuidados com a higiene bucal, sempre garantindo que a prótese seja adequadamente limpa.

Além disso, é importante removê-la durante a escovação para realizar sua limpeza separadamente da higienização bucal.

Isso se deve ao fato de que assim como a higiene dos dentes e da prótese, a higienização do local de sustentação da prótese também é importante;

Não utilize água quente para limpar a prótese

Apesar de ser comum utilizarmos água quente para removermos bactérias e microrganismos impregnados em objetos, não se deve utilizá-la para limpar próteses.

Isso se deve ao fato de que a água quente pode vir a danificar seu formato, fazendo com que ela possa ter problemas de adaptabilidade.

Portanto, para manter a integridade de sua forma, é importante que o paciente não utilize água quente para realizar sua limpeza.

Atenção na hora de retirar e colocar a prótese

Esse cuidado na hora de manusear tanto a PPR provisória quanto a definitiva são importantes para que sejam evitadas quedas e afins.

Desse modo, quando seu manuseio é feito com cuidado, é possível prevenir acidentes que possam vir a danificar a estrutura da prótese.

Além disso, é importante removê-la na hora de dormir e deixá-la em um copo com água para evitar seu ressecamento.

Também é importante não deixá-la sobre estruturas descobertas, desse modo é necessário colocá-la sobre um toalha quando for retirá-la para escovar os dentes ou afins.

Cuidar da alimentação

Para evitar machucados e problemas com a PPR provisória, é importante que o paciente opte por alimentos mais fáceis de serem ingeridos.

Isso é importante para manter a integridade da prótese, evitando que a PPR seja danificada e garantindo assim que ela permaneça sem danos causados a ela.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são importantes para que ele possa avaliar o estado da PPR provisória, além de poder realizar qualquer manutenção necessária.

Por meio delas, o paciente também consegue relatar qualquer tipo de sintoma anormal que ele esteja sentindo, e assim o dentista consegue iniciar o processo de avaliação para identificar os problemas.

Ele também consegue garantir que o tratamento de problemas como o tártaro e a cárie, sejam tratados logo em seu início, evitando que se tornem complicações severas.

Além disso, por meio delas também é possível efetuar a profilaxia, que é limpeza profissional dos dentes e deve ser feita de 6 em 6 meses para a manutenção da higiene dos dentes.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

PPR provisória: o que é, como funciona e quando utilizar publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário