Prognatismo: o que é, o que causa, sintomas e como tratar

O prognatismo é um tipo de má-oclusão caracterizado pelo queixo proeminente, ou seja, quando o paciente possui essa condição seu queixo fica posicionado mais para frente do que deveria.

Essa má-oclusão pode ser herdada dos pais ou também pode surgir devido a alguns hábitos do paciente ao decorrer da vida.

Sendo assim, confira mais a respeito do prognatismo no artigo abaixo:

O que é prognatismo?

O prognatismo é um tipo de má-oclusão de classe III, ou seja, ela é caracterizada pelo posicionamento da mandíbula à frente do maxilar.

Isso faz com que os dentes inferiores sobreponham os superiores, além de fazer com que o paciente fique com o queixo mais para frente que o ideal. Essa condição pode acompanhar o paciente desde o seu nascimento ou ser desenvolvida no decorrer de sua vida.

Quais são as causas?

As causas do prognatismo são várias, porém, em grande parte dos casos ele ocorre devido a hereditariedade. No entanto, ainda existem outros motivos que podem levar ao aparecimento dessa condição, são eles:

  • Uso de chupetas ou a sucção dos dedos;
  • Fatores hormonais;
  • Traumatismos;
  • Respiração bucal;
  • Má-formação congênita.

Dessa forma, por se tratar de uma condição em que a maioria de seus casos ocorre devido a hereditariedade, é importante ficar atento caso haja algum caso na família.

Portanto, é importante realizar as visitas regulares desde a infância para que seja possível tratar esse problema de forma precoce, o que facilita seu tratamento.

Sintomas

O prognatismo é uma condição que afeta a harmonia do rosto, de forma que deixe o rosto bastante desproporcional. Isso ocorre por se tratar de uma condição que faz com que o queixo do paciente fique proeminente.

Essa condição possui alguns sintomas que são bastante marcantes dessa condição e oferecem ao paciente a possibilidade.

Sendo assim, confira quais são os principais sintomas do prognatismo:

  • Dor de ouvido;
  • Trismo;
  • Pressão atrás dos olhos;
  • Dor de cabeça;
  • Desgaste dentário;
  • Estalos na articulação;
  • Zumbido no ouvido;
  • Dor na mandíbula;
  • Dificuldade na mastigação;
  • Inchaço do rosto.

Tratamento

O prognatismo pode ser tratado de diferentes formas que variam de acordo com a idade e grau em que o tratamento se inicia.

Sendo assim, quando o prognatismo é identificado precocemente, existem mais opções de tratamento e o resultado final é mais satisfatório.

Isso ocorre devido ao fato de que durante a infância e adolescência os ossos ainda estão em desenvolvimento e dessa forma permitem maior influência nos ossos.

Portanto, caso não seja tratada durante a infância, os ossos continuam a se desenvolver de maneira errada e acabam por consolidar sua forma e posicionamento de maneira errada.

Dessa forma, com o passar do tempo as formas de tratamento vão ficando limitadas e o resultado não é tão surpreendente quanto seria se fosse tratado precocemente.

Logo, confira as principais formas de tratamento para o prognatismo:

prevenção prognatismo

Prevenção

Apesar de que na maioria dos casos o prognatismo é causado devido a hereditariedade, ainda existem casos onde ele é causado por hábitos parafuncionais.

Desse modo, é importante atentar-se às manias da criança para evitar que ela adquira hábitos disfuncionais que possam vir a originar casos de má-oclusão.

Além disso, é importante levar a criança ao dentista para realizar visitas regulares para que seja possível para o dentista identificar sinais do prognatismo e iniciar o tratamento cedo.

aparelho ortodôntico prognatismo

Aparelho ortodôntico

O aparelho ortodôntico é uma das formas de se tratar o prognatismo, porém por se tratar de um método que funciona exercendo formas para moldar a estrutura óssea, ele não é tão eficaz durante a fase adulta.

Isso se deve ao fato de que na fase adulta os ossos já assumiram sua forma definitiva e portanto não permitem modificações como permitiam durante a infância e adolescência.

Sendo assim, o aparelho a ser utilizado será definido pelo profissional, visto que ele saberá indicar qual o melhor modelo a ser utilizado.

cirurgia ortognática prognatismo

Cirurgia ortognática

A cirurgia ortognática é utilizada para a correção do prognatismo quando não há mais como corrigir a condição por meio do uso de aparelhos.

Essa cirurgia consiste no reposicionamento da mandíbula, o que garante ao rosto uma aparência mais agradável e a correção do posicionamento dentário.

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são capazes de proporcionar a identificação precoce do prognatismo, além de contribuir para seu tratamento precoce.

Por meio delas, o paciente também consegue relatar qualquer tipo de sintoma anormal que ele esteja sentindo, e assim o dentista consegue iniciar o processo de avaliação para identificar os problemas.

Ele também consegue garantir que o tratamento de problemas como o tártaro e a cárie, sejam tratados logo em seu início, evitando que se tornem complicações severas.

Além disso, por meio delas também é possível efetuar a profilaxia, que é limpeza profissional dos dentes e deve ser feita de 6 em 6 meses para a manutenção da higiene dos dentes.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

Prognatismo: o que é, o que causa, sintomas e como tratar publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário