Quanto custa facetas de resina: conheça os benefícios e preço

Quanto custa facetas de resina| As facetas dentárias são próteses finas utilizadas na reconstrução não só estética, mas funcional dos dentes.

Essas películas podem ser feitas tanto de porcelana quanto de resina composta, que possuem algumas diferenças.

Conheça quais como funciona o procedimento, quais são os seus benefícios, contraindicações, cuidados e quanto custa:

O que são as facetas de resina?

As facetas de resina, assim como os laminados cerâmicos, são uma das soluções estéticas para danos nos dentes, tal como manchas, fraturas, frestas e desgastes.

É por meio da aplicação das facetas que é possível renovar não só a aparência do sorriso, mas também a autoestima, e trazer melhorias às funções da boca (fala e mastigação) e quanto à qualidade de vida.

Portanto, o paciente é beneficiado com um sorriso mais bonito, harmônico e sobretudo, mais saudável, tendo em vista que em algumas situações, os prejuízos nos dentes acabam por favorecer o acúmulo de placa bacteriana e o desenvolvimento de problemas bucais como tártaro, cárie e gengivite.

faceta de resina

Quando são indicadas as facetas de resina?

As facetas de resina podem ser utilizadas diante de diversas situações. Entre as suas principais indicações estão:

  • Fechamento de diastemas (espaçamentos avantajados entre os dentes);
  • Correção de alterações de cor nos dentes;
  • Sobreposição de fraturas e desgastes dos dentes;
  • Correção do tamanho dos dentes;
  • Correção de pequenos problemas de mordida incorreta;
  • Melhora de dentes tortos, girados e apinhados.

Para que se tenha acesso aos benefícios do procedimento, as facetas podem ser aplicadas em um ou mais dentes da arcada dentária, sob a avaliação do dentista, que irá buscar alinhar as expectativas do paciente.

Quais as contraindicações?

É muito importante que antes da sessão de aplicação das facetas, que o dentista faça uma avaliação da arcada dentária para identificar se as facetas em resina composta são as melhores opções ou se há alguma contraindicação ao procedimento.

Entre as principais contraindicações do procedimento estão:

  • Má higiene bucal;
  • Presença de problemas bucais que inviabilizam o procedimento;
  • Risco a formação de cáries;
  • Má oclusão dental – arcada dentária superior não se encosta corretamente aos dentes inferiores;
  • Dentes sobrepostos;
  • Problemas no esmalte dentário que comprometeram a estrutura da camada;
  • Casos de Bruxismo – distúrbio que provoca o ranger e o apertar dos dentes;
  • Hábitos parafuncionais – como roer unhas e morder objetos.

Lentes de contato e facetas dentárias, qual a melhor opção?

Mesmo que popularmente sejam confundidas entre si, as lentes de contato e as facetas dentárias possuem algumas diferenças.

A principal diferença entre os dois tipos de material são a espessura e a forma de preparação do dente. A faceta tende a possuir uma maior espessura em relação a lente de contato, tendo cerca de 0.7 mm em contradição a média das lentes, de 0.2 a 0.4 mm.

Dessa forma, para que o dente receba bem as facetas e haja um melhor resultado estético, o dentista tende a realizar o desgaste dos dentes, passo que é raramente necessário na colocação das lentes. É pelo desgaste que será possível uniformizar as superfícies dos dentes, dando um efeito mais natural à técnica.

Assim sendo, as facetas dentárias são indicadas em casos em que o dente está muito comprometido e em correções mais significativas, necessitando de uma cobertura maior. Entre esses tipos de situações estão dentes muito manchados, pouco fora do lugar e naqueles que possuem restaurações antigas. Enquanto as lentes de contato dental estão para correções mais suaves.

Facetas de resina ou facetas de porcelana?

Quanto aos tipos de facetas, mesmo que possuam coloração semelhante, para a melhor adaptação na arcada, também possuem algumas diferenças a serem consideradas.

As facetas de porcelana são capas feitas de cerâmica e tendem a ser as mais indicadas, devido a sua maior fidelidade estética aos dentes naturais. Contudo, também são as que costumam a ter um maior valor de mercado. As facetas de resina composta, também por esse motivo, possuem um valor mais acessível.

Outra diferença em relação ao material é o tempo de durabilidade que devido a maior resistência do material, é maior na de porcelana. É também esses laminados de cerâmica que costumam exigir o desgaste do dente para a melhor fixação. Enquanto as facetas de resina duram cerca de 2,5 anos a 3,5 anos, as de cerâmica duram de 10 a 15 anos, podendo chegar aos 20 se bem cuidadas.

Ainda sobre a resistência, a faceta de porcelana é mais resistente a manchas, podendo chegar ao final do tratamento em sua cor original. Quanto a resina, pode manchar e perder a cor ao longo do processo. Em caso de danos, a de cerâmica deve ser reparada, enquanto a película de outro material deve ser substituída.

Para a aplicação da resina composta pode ser necessário apenas uma sessão para o seu efeito e não é necessário haver o uso de moldes. Já a colocação das facetas de porcelana, por ser mais complexa, costuma exigir mais tempo, duas ou mais consultas, já que a prótese é confeccionada de acordo com o molde feito da dentição. Antes da cimentação da de porcelana, o paciente passa ainda por um período de teste com um material provisório.

Quais os cuidados necessários para com as facetas de resina?

Para que as facetas de resina durem o melhor tempo possível, é necessário que o paciente considere quais são os bons hábitos de sua manutenção, são eles:

  • Higiene bucal completa e adequada;
  • Escovação de 2 a 3 vezes ao dia – com uma escova de cerdas macias, movimentos suaves e creme dental pouco abrasivo;
  • Uso diário do fio dental;
  • Bochecho com enxaguante bucal seguindo as orientações do dentista;
  • Evitar comer alimentos e bebidas muito pigmentadas ou ricas em açúcar;
  • Controlar hábitos parafuncionais – como roer unhas e morder objetos;
  • Não abrir embalagens com os dentes;
  • Não fumar;
  • Visitar o dentista regularmente – ao menos 2 vezes ao ano.

Diante de dores na mandíbula e/ou dores de cabeça ao acordar, não hesite em contatar o seu dentista na suspeita de bruxismo. Caso a suspeita seja confirmada, o paciente deverá ser encaminhado ao uso de uma placa de mordida. Dores de dente também devem ser relatadas ao dentista, já que podem ser sinal de algum problema bucal.

facetas de resina

Afinal, quanto custa facetas de resina?

Como dito, o valor das facetas de resina é mais em conta do que as de porcelana. No entanto, é a observação do dentista e a sua indicação final que mais deverá ser levada em conta ao longo do tratamento.

Além do mais, por terem uma resistência e assim uma durabilidade inferior a de porcelana, ao final das contas, o preço final pode ser pareado.

Por fim, o preço de cada faceta de resina fica por volta de R$200 (duzentos reais) a R$700 (setecentos reais), variando quanto à localização, clínica odontológica e profissional escolhido.

Visitas regulares ao dentista

As visitas ao dentista devem ter sua periodicidade mantida para evitar danos não só as facetas, mas também aos dentes naturais.

Mesmo sendo considerada uma capa de proteção, as próteses finas não são capazes de impedir a proliferação de bactérias e as suas complicações. 

Assim sendo, cabe ao dentista dar orientações e recomendações quanto a adesão de bons hábitos, evitando problemas bucais que possam impactar na saúde bucal e no estado das facetas.

Portanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários.

Quanto custa facetas de resina: conheça os benefícios e preço publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário