Saiba o que é a erosão dentária e como tratá-la

A erosão dentária é um dos problemas que podem afetar a dentição do paciente, não tendo preferência pelos dentes decíduos ou permanentes.

Desse modo, nesse artigo iremos falar mais a respeito da erosão dentária e de como ela atua sobre os dentes:

O que é erosão dentária?

A erosão dentária é um problema de saúde bucal que consiste no desgaste ou redução do tecido dentário, resultando na perda de tecidos que protegem os dentes.

Sendo assim, ela acaba comprometendo as estruturas dentárias visto que ela desgasta as camadas do dente, correndo primeiramente o esmalte e futuramente avançando para as demais camadas.

Desse modo, a erosão dentária consiste em um procedimento que resulta na perda de estruturas dentárias sem a ação de bactérias.

Quais os tipos e as causas da erosão dentária?

A erosão dentária consiste na perda de estruturas dentárias por meio através da ação de ácidos e é dividida em duas formas principais, que são:

  • Erosão intrínseca: que é aquela causada pela ação do ácido gástrico e ocorre devido a problemas médicos como refluxo gástrico, anorexia e bulimia;
  • Erosão extrínseca: é aquela derivada de ácidos envolvidos na alimentação, ou seja, geralmente estão associadas a alimentos ricos em açúcar, muito ácidos ou que contribuem para a produção de uma saliva mais ácida.

Dessa maneira é possível perceber que as principais causas da erosão dentária são a alimentação e problemas que causam o retorno do ácido gástrico para a boca.

Como é feito o diagnóstico da erosão dentária?

A erosão dentária é um problema cuja percepção é bastante simples, visto que pode ser notado quando os dentes estão perdendo suas camadas.

Sendo assim, os três principais pontos que mostram a erosão dentária são: a sensibilidade dentária, alteração na tonalidade e no formato dos dentes.

A sensibilidade ocorre devido ao fato de que o desgaste da camada do esmalte dentário, e isso acaba expondo as camadas mais internas do dente, que são vascularizadas e por sua vez resultam na sensibilidade dos dentes aos alimentos quentes e frios.

A alteração na tonalidade ocorre pelo fato de que com o desgaste do esmalte dentário, a camada da dentina passa a ficar mais em evidência tornando os dentes mais amarelados.

A erosão dentária também tende a alterar o formato dos dentes, fazendo com que eles percam suas cúspides e passem a possuir um formato mais liso nas pontas.

como tratar a erosão dentária

Como tratar a erosão dentária?

O tratamento da erosão dentária pode variar de acordo com o nível de desgaste dentário. Sendo assim, em alguns casos mais leves pode ser indicado apenas o uso de selantes ou agentes adesivos para reduzir o impacto da erosão.

Também pode ser feita a aplicação de flúor para contribuir para a resistência do esmalte contra ácidos.

Já nos casos onde há uma perda avançada da estrutura dentária, o tratamento pode variar de acordo com o grau de desgaste dentário, porém geralmente é utilizado a restauração de dente.

Desse modo, nos casos mais graves pode ser utilizado a restauração direta, na qual o dente é reconstituído com resina odontológica. É importante mencionar que esse tratamento só pode ser realizado após a avaliação do caso do paciente.

Já a outra maneira é através das restaurações indiretas, que são feitas através da utilização de coroas ou facetas e são indicadas apenas em casos de desgaste severo, visto que elas conseguem devolver ao dente seu formato natural.

Além disso, existem casos de erosão dentária tão severos que a polpa dentária pode vir a ser comprometida. Nesses casos pode ser necessário realizar um tratamento endodôntico para remover essa polpa dentária comprometida.

Como prevenir a erosão dentária?

Assim como dito anteriormente, a erosão dentária pode afetar pessoas de qualquer idade, independentemente de possuírem a dentição decídua ou permanente.

Sendo assim, a melhor maneira de se evitar a erosão dentária é através da prevenção, visto que assim não será necessário correr atrás de restaurações e afins.

Portanto, para prevenir a erosão dentária é importante que o paciente:

  • Evite ingerir bebidas alcoólicas e alimentos ácidos;
  • Realize acompanhamento com um nutricionista para o balanceamento da dieta;
  • Procure tratar problemas de refluxo e distúrbios alimentares;
  • Faça acompanhamento com um dentista para que ele possa identificar os sinais de erosão dentária logo em seu início e iniciar o tratamento adequado.

Faça visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são responsáveis por garantir a possibilidade de realizar a avaliação periódica do estado da saúde bucal.

Sendo assim, por meio delas é possível identificar e tratar problemas de saúde bucal logo em seu início. Além disso, também é por meio delas que podemos realizar a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes.

Para garantir maior agilidade e conforto nos seus atendimentos, o ideal é que você possua um plano odontológico.

Desse modo, a DentalVidas lhe oferece diversos tipos de planos, de modo que você possa escolher o que mais se adequa a você.

Contanto, o plano odontológico DentalVidas tem diversas opções para garantir mais qualidade de vida e um sorriso mais bonito para você e sua família.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

FAÇA SUA AVALIAÇÃO GRATUITA

Saiba o que é a erosão dentária e como tratá-la publicado primeiro em http://dentalvidas.com.br/

Deixe um comentário